Baba de Moça

11/05/2009

Confissão

Filed under: Uncategorized — Thaís Cunha @ 21:20
Tags: ,

Padre, preciso confessar uma coisa pro senhor… Hoje eu me masturbei. Sim, eu também não podia imaginar que as mulheres também faziam isso. Foi assim: eu estava no banho, vi meu chuveirinho dando sopa, coloquei contra a perereca e tive um orgasmo. Eu nem sabia como era orgasmo, mas quando você tem você sabe. Eu sei que é errado, Padre, eu sei que é sujo, mas vim me confessar da falta de arrependimento. Eu me masturbei e foi bom. Depois do chuveirinho eu usei minhas mãos e descobri coisas que jamais pensaria em descobrir. Mamãe sempre reprimiu, sempre mandou que eu tirasse a mão da perereca quando eu era criança. Mas Padre, é parte de mim, como poderia não fazê-lo? Permita, Deus, que eu ache natural.

Mas eu não vim me confessar de ter cometido tamanho pecado. Não. Eu rezaria quantas ave-marias fossem necessárias pra poder chegar em casa e fazer tudo de novo. Eu decoraria a salve rainha e bradaria gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Se fosse pra sentir de novo todo esse prazer sem nenhuma culpa, eu rezaria um rosário por dia, seu Padre. Eu tenho vontade de contar pro mundo inteiro como é bom. Eu tenho vontade de trocar todos os chuveirinhos do convento por uns que funcionem bem e que deixem todas as freiras felizes como eu estou agora.

As bibliotecárias, as professoras de português, todo mundo acha que elas precisam de sexo. Sexo, mesmo, encontrando um homem, saindo com ele e nem sempre chegando lá. Imagina o bem pra humanidade se elas fossem capazes de fazer o mesmo que eu fiz hoje. Se não fosse proibido. Porque as mulheres sim são mal comidas. Os homens não. E sabe por que, padre? Porque se masturbam sem culpa e relaxam.

Padre, por favor, perdoe-me do pecado de não sentir culpa. Eu sei que a oração era o que deveria me acalmar. Mas entenda, cada um reza como pode…

Anúncios

7 Comentários »

  1. Não tenho outra palavra pra esse texto, senão: ARRASOU.

    Já sou cliente do blog, tratem de manter o acordo.

    Comentário por Mateus (sem H) — 11/05/2009 @ 22:12 | Responder

  2. A aula de hoje foi inspiradora, hein, Thaís?! huehueh

    Comentário por Renata Rusky — 11/05/2009 @ 22:14 | Responder

  3. Bom mesmo, sincero.

    Comentário por Alexandre Beltran — 11/05/2009 @ 23:15 | Responder

  4. Nuhhh… Adorei.. auahuaha
    é tão bom ser homem (sem culpa :D)

    Beijoca.

    Comentário por Jóta — 12/05/2009 @ 00:18 | Responder

  5. Ah, padre, vai dizer que o senhor nunca tentou?

    Comentário por Gabriel Cunha — 12/05/2009 @ 00:22 | Responder

  6. Awesome.

    Comentário por Milano — 15/05/2009 @ 01:33 | Responder

  7. Eeei, bibliotecária são bem resolvidas!!!

    Comentário por Su — 06/10/2009 @ 22:38 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: